Cresce em 50% comércio de Película Antivandalismo

Cresce em 50% comércio de Película Antivandalismo

By admin
In abril 27, 2016
1793 Views

Cresce em 50% comércio de Película Antivandalismo

A ação é rápida. Com um único soco, garotos estouram o vidro de um carro e ganham acesso imediato aos pertences dos seus ocupantes. Além do susto e das perdas materiais, há os potenciais ferimentos causados pelos cacos de vidro. Diante deste tipo de praga urbana, as pessoas começam a se sentir impelidas a investir um pouco mais na sua segurança.

É nesse cenário que surge uma nova estrela do comércio de assessórios automotivos: a película antivandalismo. Enquanto o famoso insulfilm ajuda na proteção contra a entrada de raios solares no veículo, a novidade tem a função de não deixar que o vidro estilhace em mil pedaços e deixe o agressor ter acesso ao veículo.

“A procura por esse tipo de produto aumentou 50% neste ano”, afirma Daniel Capeloza, diretor da Carglass, empresa líder do mercado de colocação de vidros automotivos com 60 lojas no Brasil e uma em Santo André. “O percentual é grande porque a base é pequena, mas o interesse cresce sensivelmente.

Prova disso é que uma análise da navegação no nosso site mostra que as pesquisas sobre o antivandalismo têm estado entre as cinco principais”, diz Capeloza, que lembra que a instalação do insulfilm tradicional já se tornou opção de quase todos os que compram carros atualmente, por isso, já é considerado um mercado maduro. O preço da instalação de insulfilm (original ou similar) pode variar, mas fica em torno de R$ 260.

Originária do Grande ABC, a Projeto IN é a parceria da Carglass para a instalação da película resistente a impacto. “Fazemos a importação, distribuição e instalação dos filmes de segurança. Este é o mercado que mais cresce atualmente. A média de incremento da demanda tem sido de 5% ao mês neste ano”, conta o diretor Rafael Ulba.

A película de segurança pode ser encontrada em diferentes índices de resistência a impacto. As mais caras, da marca Suntek, custa R$ 2.150 para o carro todo e só não resiste a tiro. Mas, aguenta cerca de 10 minutos de impactos seguidos com um bastão de beisebol. O problema desta versão é que sua instalação exige que os vidros sejam retirados para sua colocação, o que pode acabar com a garantia de carros novos. O segundo maior nível de dureza resiste a cinco minutos de assédio e custa R$ 1.750. O próximo da lista resiste a três minutos de ataque e custa R$ 760.

A mais básica resiste a um minuto, que pode ser tempo suficiente para um assaltante de farol desistir da ação e procurar uma vítima mais fácil e custa R$ 560 para todos os vidros. Segundo Ulba, dentre as variantes do produto, as que têm tido maior procura são justamente as mais caras, que trazem maior sensação de proteção ao usuário.

Cresce em 50% comércio de Película Antivandalismo, Cresce em 50% comércio de Película Antivandalismo, Cresce em 50% comércio de Película Antivandalismo, Cresce em 50% comércio de Película Antivandalismo, Cresce em 50% comércio de Película Antivandalismo, Cresce em 50% comércio de Película Antivandalismo, Cresce em 50% comércio de Película Antivandalismo,

Leave A Comment